29 novembro, 2008

GRANDES CANÇÕES (PINK FLOYD - CIRRUS MINOR)

Os esquizofrénicos ouvem vozes.
Também Oliver Sacks, no seu livro O Homem que Confundiu a Mulher com um Chapéu, fala de uma senhora idosa que começou a ouvir, dentro da cabeça, canções da sua infância, salvo erro, na Irlanda, antes de emigrar com os pais para a América. Não era esquizofrenia, foi antes um tumor que desencadeou tal estranha reacção.

De vez em quando dou comigo a ouvir esta canção dentro da minha cabeça. Sobretudo se estiver em ambientes propícios como bosques, ruínas ou cemitérios. Eu não faço nada para isso. Emerge naturalmente como se estivesse ali à espera para ser ouvida. Então, vendo que há condições, sai da escuridão e começa a tocar. Depois, volta de novo a desaparecer, lentamente, suavemente, até me esquecer dela outra vez.

Ainda durante o 2ºminuto deixa de ser uma canção para passar a ter apenas um conteúdo musical. Eu estou absolutamente convencido que a minha maneira de ver o mundo ficou a dever-se, em grande parte, e para sempre, àqueles três minutos de música.

Peço desculpa pelo vídeo, sobretudo pela sua pirosice psicadélica tão sixties, mas o Youtube não me deu grandes alternativas.

Sem comentários: