20 outubro, 2008

WAGNER EM LISBOA


Ontem estava a ouvir o relato do Benfica-Penafiel e quase pensei que poderia estar a ouvir em directo a má recepção por parte do público de uma das várias óperas de Wagner em Bayreuth, logo na estreia, no século XIX, devido ao seu carácter inovador e revolucionário.

Como se no século XIX já houvesse rádio e pudesse estar a ouvir uma daquelas transmissões em directo da Antena 2 a partir de uma sala de espectáculos.

Foi quando, na fase dos penalties, ouvi o comentador dizer no momento em que um jogador brasileiro do Penafiel se dirigia para a bola: " Wagner caminha calmamente sob uma chuva de assobios".

Sem comentários: