04 outubro, 2008

VERGONHA OU ORGULHO?

Num capítulo de O Ser e o Nada dedicado à existência do outro, Sartre afirma que a vergonha é sempre vergonha perante alguém. Tenho vergonha porque o outro me vê, sendo este uma espécie de mediador entre mim e mim mesmo. Vejo-me através do olhar do outro.

Não sei em que modelo de homem estaria a pensar Sartre quando escreveu isto. Se estivesse em Portugal e pensasse em certos portugueses que todos conhecemos, teria de substituir vergonha por orgulho.

Sem comentários: