22 outubro, 2008

TEREI MUDADO DE PLANETA?

Hoje, na aula de Latim, que dei às oito e um quarto, expliquei, esquematizei e exemplifiquei a construção das orações interrogativas indirectas disjuntivas.
Ao sair, uma hora e meia depois, uma aluna disse-me:
- Até amanhã, stôra, e obrigada.
Eles existem. Eles andam por aí. São é poucos.

5 comentários:

disse...

Olá. Não percebo... Onde é que está a interrogativa indirecta?

Ivone Mendes disse...

Muito estimado Zé, eu,amanhã, passo pela sala e mostro-te o que é. Tu sabes, não estás é a reconhecer a designação.

Ivone

Xantipa disse...

Que sorte, Ivobe, poder ensinar latim. Já são poucos os alunos, mas vai ver que não se vão esquecer de si.
:)
Beijinhos

jlf disse...

Stôra, o seu colega meu homónimo talvez esteja a confundir com conjuntivas!
Talvez uma questão de conjuntivite!

Stôra, posso?
Mas não há um qu'anda "por aí" e que não interessa nem ao menino Jasus? Esse não é pouco! É p'ra lá de muito... Dizem (qu'eu não meto nessas complicações)

jl

E desculpem qualquer coisinha, stôres! 'Tá?
jl

jlf disse...

Ivone,
por vezes não consigo ter mão nesse meu outro eu. Desculpe-o, por favor. E desculpe-me.

É claro que está cheia de razão: uma pessoa ouve uma dessas e pasma. Nem acredita. Duvida se terá ouvido mesmo.
É verdade.
Acontece. Muito raramente.
Haja Deus!