07 outubro, 2008

A OUTRA METADE

Metade dos licenciados em engenharia chumbam no exame da Ordem, diz o bastonário da Ordem dos Engenheiros, situação que, afirma, pode vir a comprometar o futuro do país.

Só quem não está dentro de uma escola ficará surpreendido perante tal facto. O diagnóstico está mais que feito: facilitsmo, escola transformada num espaço de alegria e lazer, deslumbramento estatístico, destruição da representação clássica do professor transformado num mero auxiliar de acção educativa, teorias pedagógicas assassinas aplicadas com a complacência de conselhos executivos que querem estar bem com deus e com o diabo.

Mas agora a minha questão é esta: e a outra metade? A outra metade que tem excelentes resultados no exame à ordem? Vêm de que escolas e universidades? São filhos de quem? Quantos serão filhos de deputados, de presidentes de câmara, de empresários, de grandes profissionais liberais? Quanto ganham os pais?
E o que perdem todos os outros? Todos aqueles que, por razões económicas e geográficas estão condenados a ter de frequentar uma escola pública?

Cada vez me convenço mais de que o
Jorge Carreia Maia tem razão: esta destruição da escola pública, levada a cabo por estes socialistas, interessa a muita gente.

Sem comentários: