01 outubro, 2008

CELEBRAR A CHEGADA DE OUTUBRO



Piazolla, Outono Porteño


Agora, sim, só já falta um mês para o meu mês preferido.

3 comentários:

Anónimo disse...

Preferido porquê? – “deixe que mal lhe pergunte” (deve ter ficado de alguma telenovela).

Por causa de “Todos os Santos” e do “pão por Deus”?
Por mor do S. Martinho?
Será a memória “dos nove” e da água na fervura?

Ah, pronto: são os 48!

jl

Ivone Mendes disse...

JL,caríssimo, Novembro é, desde sempre o meu mês de eleição. Setembro e Outubro são um tempo de meio cá, meio lá. São um tempo de promessas, promessas de frio, de casacos de tweed. Promessas. Antes o calor de Agosto, que chega a deixar-me doente, do que este tempo de meias-tintas. Eu gosto de um frio óbvio e inequívoco.

Ah, e em Novembro serão 49.

Ivone

Anónimo disse...

Surprise!
Bom, digamos que tive um pequeno equívoco, um ligeiro “lapsus oculi” (donde o que me traiu, o “...calami”): vendo uma, e outra, e outras tantas mais postagens do JR não atentei que uma delas não era dele mas da Ivone.
Daí ter feito aquele comentário.

Mais: se a uma senhora eu estivesse a dirigir-me, nem me atreveria a referir 47, ou 38... Nada (cuido que sou, ainda, um cavalheiro).

Mas, já agora...
Também não aprecio as meias tintas. Sequer do caprichoso tempo.
(Ah! Mas o Outono – bem observada a natureza - é lindo... Os poetas e os pintores que o digam! E nós – os da minha geração – já no crepúsculo, que o digamos também!
Coisas de que um urbano mal se dá conta!)

Demais, “um frio óbvio e inequívoco”... Não será de Janeiro que quer falar?

Bom, mas pronto, minha querida amiga, não precisa de pôr mais na carta: por razões que ao intelecto não respeitam... (??? Huauh!!!) O seu mês de eleição é Novembro. Certo! Nem discuto.
(Quiçá por insondável motivo! Por outra particular eleição, quem sabe...)

Desfrute, boa amiga, o seu Novembro da melhor forma possível!
Mais, e antecipando-o, para já: que cada dia da sua vida seja um dia do seu apetecido Novembro!

Com amizade
jl