28 setembro, 2008

UN AIRE PESADO QUE VA Y VIENE CON UN PERFUME VIEJO Y UN SILENCIO

Quem quiser lê-lo, em português, tem, agora, a excelente tradução de Alberto Simões para a Cavalo de Ferro.
Estou a falar da Rayuela, de Julio Cortázar. Foi bem-vinda esta tradução. Mas quem nunca ouviu o autor ler o incontornável Capítulo 7, nunca ouviu nada.

Sem comentários: